Pular para o conteúdo principal

6 hábitos que aumentam a criatividade









A revista "Inc." listou, baseada em estudos científicos de universidades americanas, hábitos que aumentam a criatividadeConfira as práticas que podem ser adotadas por quem deseja "pensar fora da caixa"

1. Debater
Um estudo da Universidade da Califórnia em Berkeley afirma que pessoas que têm o costume de discordar da opinião de outros e debater são mais criativas. De acordo com a pesquisa, este espírito contestador faz com busquemos os melhores argumentos para provar nosso ponto de vista, o que é, por si só, um exercício criativo.

2. Relaxar
Práticas como a meditação ou hábitos simples como uma boa ducha ou um tempo sozinho são ótimas práticas para estimular o pensamento criativo. Com elas, fica mais fácil respirar mais fundo, esquecer por um tempo dos problemas da vida e deixar a mente correr livremente. E, quando a mente está mais relaxada, são maiores as chances de sua cabeça pensar em coisas novas.


3. Fazer atividade física
Exercitar-se pode não ser tão relaxante, mas a atividade também ajuda a esquecer os problemas e focar a cabeça em práticas mais destrutivas. A associação entre exercícios físicos e criatividade foi descoberta por um estudo publicado em 2013 no jornal Frontiers in Human Neuroscience.


4. Estar na natureza
Um estudo da Universidade do Kansas fez testes de resoluções criativas de problemas com pessoas que passaram três dias acampando em uma floresta. Os resultados do grupo foram 50% melhores que os de quem não acampou. Também de acordo com a pesquisa, o contato com a natureza reduz a pressão arterial, diminui a frequência cardíaca e a quantidade de hormônios relacionados ao estresse na corrente sanguínea.


5. Dormir
Em 2012, um estudo da Universidade de Georgetown descobriram, por meio de análises neurológicas, que, durante o sono, aumenta a atividade de regiões do cérebro relacionadas à criatividade. Ou seja, se precisar "pensar fora da caixa", tire uma soneca.


6. Tome um drink
A Universidade de Illinois apontou que níveis moderados de álcool no sangue aumentam a criatividade. Vale ressaltar, no entanto, que os drinks têm efeito colateral: eles contribuem para a formação de pensamentos disruptivos, interferem negativamente na memória.





Conecte-se para encontrar e ser encontrado! Conheça nossos serviços




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Terceiro Setor: Características e Classificação

O Terceiro Setor apresenta uma complexidade de assuntos relevantes que podem se desdobrar em temas de diversas áreas do conhecimento, desde as ciências humanas até a aplicação da tecnologia da informação na estruturação das redes de entidades.  Características :  Os principais objetivos são sociais, em vez de econômicos; Não distribuem lucro a seus administradores e proprietários;  Possuem alto nível de voluntariado e participação da sociedade; As atividades e objetivos são decididas por seus membros; Organização: São organizadas formalmente; Possuem estrutura interna; Objetivos formais; Distinção entre sócios e não-sócios; A dministram as próprias atividades; Normalmente são regidas por um Conselho;    No Brasil as organizações do terceiro setor classificam como: Empreendimentos sem fins lucrativos Fundações empresariais Igrejas e instituições religiosas ONGs e movimentos sociais O Terceiro Setor, ao contrário de organizações d

Qualidade e defeitos de um bom líder

Segundo pesquisa a capacidade de inspirar pessoas é a principal qualidade de um bom líder. Um levantamento da consultoria Robert Half, realizado com 300 executivos brasileiros, identificou as três principais qualidades de um bom líder, que são:   Capacidade de inspirar outras pessoas  (com 43,4% das indicações)   Ser ético (42%)              Capacidade de tomar decisões (38,9%)      A pesquisa também apontou os maiores defeitos de um líder: Desequilíbrio emocional:  26,4% Arrogância:  19,3% Centralização: 16,4% #FICA A DICA!   Leia também: A essência de uma boa liderança Karla Aprato -  Especialista em Gestão Estratégica de Pessoas Para fins de direitos autorais de imagem declaro que a foto usada no post não é de minha autoria e que os autores não foram identificados.    

10 tipos de funcionários

10 tipos de funcionários difíceis e como gerenciá-los A principal tarefa de um gestor é lidar com pessoas de todo o tipo e nem sempre isso é fácil. O site Inc.com fez uma lista dos dez tipos de colaboradores mais difíceis, com conselhos de como gerenciá-los da melhor maneira.  1- O competitivo Não importa quanto esforço seja necessário, quantas horas trabalhadas, quantas ideias roubadas, quantas pessoas machucadas pelo caminho, o competitivo não vai parar de seguir a meta de vencer até que esteja completamente convencido disso e, principalmente, até que consiga comprovar que alguém perdeu. Como lidar: Tire o foco dele e coloque no time para que ele possa entender que o que vale é o trabalho em equipe. Se for possível dar um incentivo prático para isso, por meio de algum tipo de premiação, melhor ainda. Ele fará de tudo para todos conquistarem o melhor e não apenas ele mesmo, e terá que dividir a glória por isso. 2- O indeciso Ele le