Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março 25, 2012

O que irrita o estagiário?

Segundo levantamento nem o mau humor do chefe ou mesmo a falta de jeito para lidar com essa geração Y irrita tanto um estagiário quanto a falta de reconhecimento pelas atividades executadas. Levantamento realizado pelo Núcleo Brasileiro de Estágios - Nube revelou que 7.996 das pessoas consultadas, 36.32% “saem do sério”, ao perceberem que seus esforços não são reconhecidos pelos gestores. De acordo com a pesquisa 23.91% afirmaram que não gostam ser advertidos na frente dos demais funcionários da empresa. Outras atitudes que costumam irritar os estagiários, segundo o levantamento, são não ser ouvido (6,32%) por seu gestor e ter suas ideias "roubadas" pelos colegas (3,45%). Segundo a coordenadora de treinamentos internos do Nube, senhora Eva Samanta Buscoff, os jovens querem ser respeitados, reconhecidos, mas nem sempre fazem isso da maneira tradicional. Essa característica é muito comum na Geração Y. Contudo, é preciso lembrar que reconhecimento e respeit

O que vale mais teoria ou a prática?

O que vale mais no mercado de trabalho?  A resposta é até meio óbvia: vale mais quem sabe   como transformar a teoria em resultados práticos.  De cada mil pessoas que assistem televisão, talvez uma tenha uma vaga noção   de como as imagens são captadas e transmitidas. Eu estou entre as 999 que não fazem nem ideia. Porque   nenhum de nós precisa entender de captação, transmissão e recepção para poder desfrutar do resultado. A gente só tem que apertar um botão no controle remoto e o milagre acontece, mas aparelhos de televisão às vezes pifam. E aí é preciso   chamar um técnico. O técnico é um especialista . Portanto,   ele sabe como a televisão funciona, certo? Não. Salvo raras exceções, um técnico sabe   porque a televisão pifou, mas   não como ela gera e transmite imagens, mas o seu   conhecimento,   tanto teórico quanto prático, permite que   ele faça o que se espera que ele faça, que é consertar o aparelho. No fundo,   a empresa vê um funcionário da mesm