Pular para o conteúdo principal

Festa de Fim de ano da Firma: 7 Verdades para NÃO pagar mico

O clima aparentemente informal das festas de fim de ano muitas vezes leva as pessoas a se comportarem de maneira mais extravagante e sem medir consequências.




Confira as dicas de:


Como se comportar?
Que roupa usar?
Levar ou não acompanhante?
E os filhos?
Como escolher o presente do amigo secreto?
Beber ou não?

Dezembro chegando e, com ele as comemorações corporativas, desejadas por muitos e odiadas por muitos outros. Estas confraternizações servem como oportunidade de expandir o seu networking (contatos) na empresa.

O clima é de descontração, mas as confraternizações de fim de ano das empresas seguem sendo eventos corporativos. Atenção as atitudes para não comprometer a sua imagem no dia seguinte.

1- Beber ou não?  Se você está acostumado a beber, beba pouco. Beber demais pode alterar seu comportamento, prejudicar sua imagem, além de causar uma enorme ressaca moral. Mesmo que o seu chefe esteja bebendo todas, o diretor de RH caído na piscina e o estagiário empinando a garrafa de uísque, cada um com os seus problemas. Evite constrangimentos;

Se não está acostumado a beber, nem beba. Começar a beber na festa de fim de ano da empresa não é uma boa ideia.


2- Acompanhantes: levar ou não? Eis a questão!
Verifique na descrição do convite ou com quem está organizando a festa, se é possível levar alguém. Caso o convite não seja extensivo à família, vá sozinho, e evite constrangimentos.

3- Que roupa usar? Depende do local e horário da festa.
O que vestir é um dos itens mais complicados, pois tem quem confunda festa da empresa com balada. Tenha sempre em mente que o encontro segue tendo conotação profissional, então, seja bastante cuidadoso na hora de escolher a roupa.

Algumas dicas:

MULHERES evitem: decotes exagerados, roupas muito justas, vestidos muito curtos, minissaias, transparências e cores muito chamativas. Se você não usou esse tipo de roupa durante o ano na empresa, pra que usar na festa de fim de ano?
Prefira tons mais neutros e capriche nos acessórios. Lembre-se: muitas vezes menos é mais. Se a confraternização for ao ar livre num sítio ou parque aquático, maneire no biquíni mesmo que você esteja em dia com a balança, e não se esqueça de levar uma canga ou um short.

HOMENS precisam ter alguns cuidados, como evitar calças rasgadas, manchadas ou excesso de acessórios, como correntes e bonés muito chamativos.  Seja simples, que tal um jeans básico e uma camiseta? Se a festa for à beira da piscina, prefira um calção, em vez de sunga, principalmente, se a sunga for branca.

4- COMES E BEBES
Seja educado na hora de se servir. Não saia correndo para a fila, dê preferência para idosos, pessoas com deficiência e gestantes. Quando chegar ao bufê, não encha demais seu prato. Não é porque a empresa está pagando (se for o caso) que você precisa exagerar.

5- AMIGO SECRETO
Troca de presentes pode ser uma tremenda saia justa. Então, leia as dicas:
  • Compre o que o “amigo secreto” sugeriu na lista, não invente moda ainda mais se não tem intimidade. Se não tiver lista, que tal um vale presente de uma livraria ou loja de roupas?
  • Não ultrapasse o valor definido para o presente (mesmo se tirar seu chefe, ou aprenda a conviver com o apelido de puxa-saco para sempre) nem dê algo de menor valor;
  • Na hora de apresentar o seu amigo secreto, não critique nem aponte defeitos. Brinque, mas seja delicado. Fale das qualidades pessoais e profissionais dele;

6- POSTURA, cuide seu comportamento

Você estará sendo observado pelos colegas e até mesmo pela chefia, ou seja, uma gafe pode impactar na imagem que VOCÊ como profissional construiu na empresa.

  • Evite brincadeirinhas maldosas com os colegas e gestores. Tenha bom senso, na dúvida pense se você falaria o mesmo se tivesse na empresa;
  • Não aproveite o momento de descontração para dar em cima da secretária ou de qualquer outra pessoa da empresa. Não precisa explicar,  né?
  • Dance, divirta-se, mas não cogite descer até o chão quanto tocar o seu funk favorito. Algumas danças podem causar constrangimentos e ainda render fotos em poses mais ousadas, que serão motivos de comentários mal-intencionados;
  • Lembre-se que não precisa dar um show estilo PSY,  PRE-PA-RA da Anita ou Lady Gaga, né? Algumas danças não cabem nesse tipo de evento;
  • Circule, que tal conhecer pessoalmente aquele colega que você só tem contato virtual através de e-mails e telefone? Networking!!
  • Evite brincadeirinhas maldosas com os colegas e os gestores. Tenha bom senso. Se ficar em dúvida, avalie: você faria o mesmo se estivesse em um dia normal de trabalho?
  • Não exponha a sua vida pessoal, não fofoque sobre os colegas de trabalho e não critique a organização da festa. E, o mais importante, NUNCA fale mal do chefe;
  • Aproveite o momento para melhorar o seu network (rede de contatos) na empresa. E, mesmo que não esteja no clima de alegria do evento, não se isole e nem adote uma postura mal humorada. Simpatia e boa educação são sempre bem vistos por todos;


7- Chefia:

Os gestores têm em mãos uma boa oportunidade de se mostrarem mais acessíveis. Também é um bom momento para conhecer melhor a sua equipe, afinal por mais talento, capacidade e conhecimento que você tenha ninguém vence sozinho. Evite assuntos de trabalho, críticas ou comentários sobre metas.



Lembre-se o momento é de descontração, mas apesar do clima de festa, o ambiente segue sendo profissional.

Divirta-se e boa festa!






Especialista em Gestão Estratégica de Pessoas 










Fique por dentro das DICAS sobre  mercado de TRABALHO e VAGAS de emprego CURTA  nofacebook e siga no twitter @karreiracom 



Imagem: Google 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Terceiro Setor: Características e Classificação

O Terceiro Setor apresenta uma complexidade de assuntos relevantes que podem se desdobrar em temas de diversas áreas do conhecimento, desde as ciências humanas até a aplicação da tecnologia da informação na estruturação das redes de entidades.  Características :  Os principais objetivos são sociais, em vez de econômicos; Não distribuem lucro a seus administradores e proprietários;  Possuem alto nível de voluntariado e participação da sociedade; As atividades e objetivos são decididas por seus membros; Organização: São organizadas formalmente; Possuem estrutura interna; Objetivos formais; Distinção entre sócios e não-sócios; A dministram as próprias atividades; Normalmente são regidas por um Conselho;    No Brasil as organizações do terceiro setor classificam como: Empreendimentos sem fins lucrativos Fundações empresariais Igrejas e instituições religiosas ONGs e movimentos sociais O Terceiro Setor, ao contrário de organizações d

O que te atrai?

As possibilidades de desenvolvimento de carreira permanecem no topo da lista dos fatores que atraem profissionais para uma determinada empresa, e são consideradas mais importantes que um salário alto, com bons benefícios. Essa é a principal conclusão de uma pesquisa feita pelas consultorias LAB SSJ e Clave, realizada com 10 000 pessoas. De acordo com os entrevistados, as empresas mais atrativas são aquelas que oferecem os seguintes itens: 1- Perspectivas de carreira futura (13%) 2- Reconhecimento e valorização (11,5%) 3- Desenvolvimento de novas capacidades, cursos e treinamentos (10,3%) 4- Remuneração competitiva em relação ao mercado (6,9%) 5- Ótimos benefícios (6,7%) 6- Equilíbrio entre trabalho e vida pessoal (5,8%) 7- Desafios e responsabilidades relevantes (5,4%) Com base na opinião dos pesquisados, o estudo também listou as organizações brasileiras que mais oferecem os fatores mencionados acima, a saber: 1- Petrobrás 2- Vale 3- Google 4- Coc

Qualidade e defeitos de um bom líder

Segundo pesquisa a capacidade de inspirar pessoas é a principal qualidade de um bom líder. Um levantamento da consultoria Robert Half, realizado com 300 executivos brasileiros, identificou as três principais qualidades de um bom líder, que são:   Capacidade de inspirar outras pessoas  (com 43,4% das indicações)   Ser ético (42%)              Capacidade de tomar decisões (38,9%)      A pesquisa também apontou os maiores defeitos de um líder: Desequilíbrio emocional:  26,4% Arrogância:  19,3% Centralização: 16,4% #FICA A DICA!   Leia também: A essência de uma boa liderança Karla Aprato -  Especialista em Gestão Estratégica de Pessoas Para fins de direitos autorais de imagem declaro que a foto usada no post não é de minha autoria e que os autores não foram identificados.