Pular para o conteúdo principal

5 dicas para ser mais feliz no trabalho hoje



Ser infeliz no trabalho não só afeta o seu humor como também atrapalha a sua produtividade, o que pode ter efeitos negativos sobre o faturamento da sua empresa. Te liga nas dica: 


1. Fique no presente. “Muitos dos nossos pensamentos negativos vêm de preocupações acerca de situações que talvez nem aconteçam”, diz Beth. É fato que empreendedores têm que fazer planos de contingência com frequência. Porém, pensar constantemente no pior que pode acontecer é estressante para o seu corpo e a sua mente e drena recursos pessoais que poderiam ser usados de forma mais produtiva.




“A melhor maneira de lidar com pensamentos negativos é separar a ficção do fato”, afirma Beth. Por isso, na próxima vez em que você se encontrar de frente com um pensamento negativo, analise a situação e se pergunte se você está reagindo a uma situação real ou imaginada.

2. Pense positivamente. Transformar pensamentos negativos em positivos pode ajudá-lo a melhorar o seu humor e a sua mentalidade. “Toda vez que um pensamento negativo entrar na sua cabeça, pare e pense em algo positivo,” diz Beth. Faça isso por algumas semanas e você notará rapidamente a criação de um novo hábito que irá aumentar a sua felicidade, não só no trabalho como na vida pessoal.

3. Ajude os outros. Há várias maneiras de prestar apoio – você pode se envolver em atividades filantrópicas ou ajudar os seus funcionários a melhorar em seus trabalhos. Beth conta que a generosidade é o segredo da felicidade duradoura. “A felicidade no trabalho não está no que você conquista sozinho. Não está em ficar bem na fita, e sim em fazer com que todos da sua equipe melhorem o empenho.”

Algo que pode contribuir para a felicidade de todos no ambiente de trabalho é designar tutores – colaboradores experientes que aconselham trabalhadores mais juniores. Outra opção é envolver os funcionários em alguma atividade caridosa.

4. Dê um tempo. Apesar de empreendedores serem motivados por estresse positivo, que tende a ser motivador, é importante reconhecer quando o seu corpo e a sua mente precisam de um descanso. “Mesmo que você goste do seu trabalho, o estresse pode ser maçante ao ponto de te deixar infeliz”, diz Beth. Tire alguns dias para você ou então ache alguma maneira de se descontrair depois do horário de trabalho ou nos fins de semana. Assim, você conseguirá descansar a sua mente, se divertir e se rejuvenescer.

5. Pratique a gratidão. A felicidade vem principalmente do reconhecimento e apreciação pelo que você já tem. Antes de começar a trabalhar, pense em cinco coisas pelas quais você sente gratidão. Faça a mesma coisa antes de encerrar o expediente. Assim, você treina o seu cérebro para pensar de forma positiva.

Referência: Beth Thomas, autora do livro “Powered by Happy: How to Get and Stay Happy at Work” (Energizado pela Felicidade: Como se Tornar e Ficar Feliz no Trabalho). 







Especialista em Gestão Estratégica de Pessoas










Para fins de direitos autorais de imagem declaro que a foto usada no post não é de minha autoria e que os autores não foram identificados. 





Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Terceiro Setor: Características e Classificação

O Terceiro Setor apresenta uma complexidade de assuntos relevantes que podem se desdobrar em temas de diversas áreas do conhecimento, desde as ciências humanas até a aplicação da tecnologia da informação na estruturação das redes de entidades.  Características :  Os principais objetivos são sociais, em vez de econômicos; Não distribuem lucro a seus administradores e proprietários;  Possuem alto nível de voluntariado e participação da sociedade; As atividades e objetivos são decididas por seus membros; Organização: São organizadas formalmente; Possuem estrutura interna; Objetivos formais; Distinção entre sócios e não-sócios; A dministram as próprias atividades; Normalmente são regidas por um Conselho;    No Brasil as organizações do terceiro setor classificam como: Empreendimentos sem fins lucrativos Fundações empresariais Igrejas e instituições religiosas ONGs e movimentos sociais O Terceiro Setor, ao contrário de organizações d

Qualidade e defeitos de um bom líder

Segundo pesquisa a capacidade de inspirar pessoas é a principal qualidade de um bom líder. Um levantamento da consultoria Robert Half, realizado com 300 executivos brasileiros, identificou as três principais qualidades de um bom líder, que são:   Capacidade de inspirar outras pessoas  (com 43,4% das indicações)   Ser ético (42%)              Capacidade de tomar decisões (38,9%)      A pesquisa também apontou os maiores defeitos de um líder: Desequilíbrio emocional:  26,4% Arrogância:  19,3% Centralização: 16,4% #FICA A DICA!   Leia também: A essência de uma boa liderança Karla Aprato -  Especialista em Gestão Estratégica de Pessoas Para fins de direitos autorais de imagem declaro que a foto usada no post não é de minha autoria e que os autores não foram identificados.    

10 tipos de funcionários

10 tipos de funcionários difíceis e como gerenciá-los A principal tarefa de um gestor é lidar com pessoas de todo o tipo e nem sempre isso é fácil. O site Inc.com fez uma lista dos dez tipos de colaboradores mais difíceis, com conselhos de como gerenciá-los da melhor maneira.  1- O competitivo Não importa quanto esforço seja necessário, quantas horas trabalhadas, quantas ideias roubadas, quantas pessoas machucadas pelo caminho, o competitivo não vai parar de seguir a meta de vencer até que esteja completamente convencido disso e, principalmente, até que consiga comprovar que alguém perdeu. Como lidar: Tire o foco dele e coloque no time para que ele possa entender que o que vale é o trabalho em equipe. Se for possível dar um incentivo prático para isso, por meio de algum tipo de premiação, melhor ainda. Ele fará de tudo para todos conquistarem o melhor e não apenas ele mesmo, e terá que dividir a glória por isso. 2- O indeciso Ele le