Pular para o conteúdo principal

Bom humor como diferencial



A alegria é hoje um importante componente na arte da convivência. Sabe aquela atitude alegre, serena, aberta e receptiva, de estar de bem com a vida e o mundo? Então, as empresas estão à procura disso, claro que você não precisa ser um palhaço de circo, mas ter uma postura receptiva e positiva é um diferencial, mas lembre-se “... rir é bom, mas que rir de tudo é desespero.”

O Kelton Research, instituto de pesquisa com escritórios em Nova York e Los Angeles, descobriu que indivíduos com sorrisos harmônicos têm 58% mais chances de serem contratados e 53% de receberem salários mais altos.



Além disso, esse pessoal tende a ser visto como gente mais sociável, segura e confiável. Outro estudo, conduzido por Rick Wilson, professor de ciências políticas da Universidade de Rice, em Houston (EUA), reforça a tese. O professor americano reconhece o poder do sorriso, mas acredita que só isso não garante melhores oportunidades a ninguém.


Segundo o Professor Rick Wilson no trabalho, onde é necessário manter uma boa dose de interação social, profissionais que sorriem e dão abertura aos outros são bem vistos e podem ser mais bem pagos por causa disso, mas sorriso, beleza e postura estão inter-relacionados.


Estudos comprovam que o riso, a exteriorização de alegria, as manifestações positivas diante de acontecimentos vivenciados reduzem o estresse, aumentam a criatividade, reduzem a dor, a pressão sanguínea e ainda aumentam a imunidade, ou seja, vale mais apostar no sorriso, na tolerância e na alegria e viver com mais qualidade.


Não temos ingerência sobre os acontecimentos em nossas vidas, mas temos sobre nossas reações, podemos escolher como reagir e isso faz toda a diferença e nos dá oportunidade de aprender a construir um estilo de vida mais saudável e descontraído.


A vida é muito mais ampla do que muitas vezes percebemos. Muitas vezes nos limitamos indevidamente, achando que nossas opções são restritas, quando estamos redondamente enganados, ignorando a extensão de nossas reais possibilidades. Procure olhar com mais atenção ao seu redor e você enxergará possibilidades e portas que não havia reparado antes.
Escolher é libertar-se!  Escolha sorrir! 
Liberdade de escolha nos traz paz e harmonia e isso impacta diretamente em nossos relacionamentos interpessoais dentro e fora da empresa.

"Não é a força, mas a constância dos bons sentimentos que conduz as pessoas à felicidade." Friedrich Nietzsche


Leia também: Sorrir abre portas


..Eu te desejo
Não parar tão cedo e

Que você consiga
Ser tolerante

Quando você ficar triste
Que seja por um dia

E não o ano inteiro
E que você descubra

Que rir é bom
Mas que rir de tudo
É desespero...








Karla ApratoEspecialista em Gestão Estratégica de Pessoas 




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Terceiro Setor: Características e Classificação

O Terceiro Setor apresenta uma complexidade de assuntos relevantes que podem se desdobrar em temas de diversas áreas do conhecimento, desde as ciências humanas até a aplicação da tecnologia da informação na estruturação das redes de entidades.  Características :  Os principais objetivos são sociais, em vez de econômicos; Não distribuem lucro a seus administradores e proprietários;  Possuem alto nível de voluntariado e participação da sociedade; As atividades e objetivos são decididas por seus membros; Organização: São organizadas formalmente; Possuem estrutura interna; Objetivos formais; Distinção entre sócios e não-sócios; A dministram as próprias atividades; Normalmente são regidas por um Conselho;    No Brasil as organizações do terceiro setor classificam como: Empreendimentos sem fins lucrativos Fundações empresariais Igrejas e instituições religiosas ONGs e movimentos sociais O Terceiro Setor, ao contrário de organizações d

O que te atrai?

As possibilidades de desenvolvimento de carreira permanecem no topo da lista dos fatores que atraem profissionais para uma determinada empresa, e são consideradas mais importantes que um salário alto, com bons benefícios. Essa é a principal conclusão de uma pesquisa feita pelas consultorias LAB SSJ e Clave, realizada com 10 000 pessoas. De acordo com os entrevistados, as empresas mais atrativas são aquelas que oferecem os seguintes itens: 1- Perspectivas de carreira futura (13%) 2- Reconhecimento e valorização (11,5%) 3- Desenvolvimento de novas capacidades, cursos e treinamentos (10,3%) 4- Remuneração competitiva em relação ao mercado (6,9%) 5- Ótimos benefícios (6,7%) 6- Equilíbrio entre trabalho e vida pessoal (5,8%) 7- Desafios e responsabilidades relevantes (5,4%) Com base na opinião dos pesquisados, o estudo também listou as organizações brasileiras que mais oferecem os fatores mencionados acima, a saber: 1- Petrobrás 2- Vale 3- Google 4- Coc

5 casos bizarros de infantilidade no ambiente de trabalho

A máxima “não sabe brincar, não desça para o playground” parece servir para alguns adultos com síndrome de Peter Pan no mundo corporativo. Pesquisa realizada pelo Career Builder com 5 mil profissionais mostra que de 3 a cada 4 já presenciaram comportamentos dignos de um jardim de infância no escritório. 1. O dono da birra Dono da empresa costumava fazer birra, gritar e bater portas quando as coisas não caminhavam do jeito que ele queria. 2. Esconde-esconde Funcionário se escondia na empresa para fugir de deveres e obrigações do expediente 3. Armação ilimitada Funcionário armou uma cilada com o objetivo de colocar um colega de trabalho em apuros. Este tipo de comportamento também aparece na lista das puxadas de tapetes mais comuns no ambiente de trabalho. 4. O comilão Funcionário tinha por hábito atacar a comida alheia que estava na geladeira da empresa e deixar colegas de barriga vazia durante o expediente. 5. Almoço eterno Funcionário sa