Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro 14, 2011

Insatisfeito com seu trabalho?

Você está satisfeito com seu atual emprego? Em caso de um “positivo”, fico muito feliz por você. Porém, se a resposta foi um “negativo”, desafio - o para uma boa reflexão. Antes de entrar direto no assunto, compartilho: muitos profissionais insatisfeitos nada fazem para mudar sua situação, e isto é um problema. Inegavelmente, cada situação requer uma atitude, mas existem, sim, uma série de caminhos e saídas para cada problema. Falarei de algumas dessas, mas nada de ir direto para o RH pedir sua demissão – pois nem todas as dicas se aplicam a todas as situações, a reflexão bem ponderada é necessária. Primeiramente, a insatisfação provavelmente vem de algum lugar/pessoa/situação/condição. Por isso, analise o quê exatamente lhe causa descontentamento. As possibilidades são quase infinitas: um chefe ou colega ineficaz, clima organizacional ruim, falta de desafios, estagnação na carreira, aspirações maiores do que a empresa pode oferecer, salário inadequado para a função que você ex

Gostar de rock conta pontos

Gostar de rock pode contar pontos na busca de espaço no mercado de trabalho. Na semana passada, um post publicado no blog Combate Rock , da Folha da Tarde, levantou uma tese inusitada: gostar de rock pode contar pontos (positivos) para quem está concorrendo a um emprego. O texto conta a história de um gerente de uma multinacional instalada no ABC paulista que teria contratado um jovem de 20 anos ao descobrir que ele era apreciador do bom e velho rock’n’roll. Na visão do contratante, quem gosta de rock geralmente é antenado no que está acontecendo no mundo e, consequentemente, na organização em que trabalha. Mas afinal, até que ponto esse caso sinaliza uma tendência ou uma simples excentricidade? Bernardo Entschev , presidente do Bernt Entschev Human Capital, explica que gostar de um determinado estilo musical não costuma ser um fator decisivo na contratação de um profissional. As exceções são aqueles empregos em que um gosto específico pode ser chave para o desenvolvimen