Pular para o conteúdo principal

Diferenças entre homens e mulheres

Diferenças de noção de espaço entre homens e mulheres podem não ser biológicas. Mulheres de sociedade matriarcal apresentaram desempenho igual ao dos homens ao resolver um quebra-cabeça.

Dizem que homens e mulheres têm noções bem diferentes de espacialidade. No campo das ciências exatas, é comum aceitar que eles são melhores para resolver problemas tridimensionais. Como a maioria das mulheres sempre teve um desempenho inferior em testes do tipo, os cientistas acreditavam que as diferenças no raciocínio espacial eram biológicas.

Porém, um estudo comandado por pesquisadores dos Estados Unidos e publicado no site especializado PNAS sugere que a questão é cultural. Em sociedades matriarcais, onde os papéis dos gêneros são invertidos, mulheres mostraram acentuadas habilidades na hora de resolver questões que envolvessem raciocínio espacial.
A pesquisa comparou duas tribos na Índia. Ambas possuem um estilo de vida parecido, baseado na agricultura. Porém, enquanto os Karbi são chefiados por homens, com os Khasi são as mulheres que tomam as decisões e herdam o dinheiro de entes falecidos — mesmo que a herança venha de um parente do marido.

Cerca de 1,3 mil pessoas das duas tribos participaram do experimento. A tarefa consistia em identificar o lado correto de cada um de quatro cubos e arranjá-los de modo a montar uma figura. Como incentivo, quem resolvesse o problema em menos de 30 segundos ganhava uma recompensa em dinheiro.

Na sociedade patriarcal, os homens demoraram 35% menos tempo para resolver o quebra-cabeça do que as mulheres. Na tribo matriarcal, a diferença desaparecia. Não havia lacuna significativa entre o desempenho dos homens e das mulheres.
Os autores creditam a educação como um ponto-chave para entender os resultados. Na sociedade patriarcal, homens tendem a estudar mais. Chefiar uma casa também parece ser um fator importante, segundo os cientistas, já que as diferenças de desempenho diminuiam nas casas comandadas não só por homens.

Embora os resultados não possam ser generalizados, o estudo aponta que certas habilidades específicas não são simplesmente inatas. Ou seja, mesmo que haja diferenças biológicas entre homens e mulheres, o raciocínio espacial parece não ser uma delas.


Fonte: Jornal Zero Hora 


Karla Aprato - Especialista em Gestão Estratégica de Pessoas

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Terceiro Setor: Características e Classificação

O Terceiro Setor apresenta uma complexidade de assuntos relevantes que podem se desdobrar em temas de diversas áreas do conhecimento, desde as ciências humanas até a aplicação da tecnologia da informação na estruturação das redes de entidades.  Características :  Os principais objetivos são sociais, em vez de econômicos; Não distribuem lucro a seus administradores e proprietários;  Possuem alto nível de voluntariado e participação da sociedade; As atividades e objetivos são decididas por seus membros; Organização: São organizadas formalmente; Possuem estrutura interna; Objetivos formais; Distinção entre sócios e não-sócios; A dministram as próprias atividades; Normalmente são regidas por um Conselho;    No Brasil as organizações do terceiro setor classificam como: Empreendimentos sem fins lucrativos Fundações empresariais Igrejas e instituições religiosas ONGs e movimentos sociais O Terceiro Setor, ao contrário de organizações d

O que te atrai?

As possibilidades de desenvolvimento de carreira permanecem no topo da lista dos fatores que atraem profissionais para uma determinada empresa, e são consideradas mais importantes que um salário alto, com bons benefícios. Essa é a principal conclusão de uma pesquisa feita pelas consultorias LAB SSJ e Clave, realizada com 10 000 pessoas. De acordo com os entrevistados, as empresas mais atrativas são aquelas que oferecem os seguintes itens: 1- Perspectivas de carreira futura (13%) 2- Reconhecimento e valorização (11,5%) 3- Desenvolvimento de novas capacidades, cursos e treinamentos (10,3%) 4- Remuneração competitiva em relação ao mercado (6,9%) 5- Ótimos benefícios (6,7%) 6- Equilíbrio entre trabalho e vida pessoal (5,8%) 7- Desafios e responsabilidades relevantes (5,4%) Com base na opinião dos pesquisados, o estudo também listou as organizações brasileiras que mais oferecem os fatores mencionados acima, a saber: 1- Petrobrás 2- Vale 3- Google 4- Coc

Qualidade e defeitos de um bom líder

Segundo pesquisa a capacidade de inspirar pessoas é a principal qualidade de um bom líder. Um levantamento da consultoria Robert Half, realizado com 300 executivos brasileiros, identificou as três principais qualidades de um bom líder, que são:   Capacidade de inspirar outras pessoas  (com 43,4% das indicações)   Ser ético (42%)              Capacidade de tomar decisões (38,9%)      A pesquisa também apontou os maiores defeitos de um líder: Desequilíbrio emocional:  26,4% Arrogância:  19,3% Centralização: 16,4% #FICA A DICA!   Leia também: A essência de uma boa liderança Karla Aprato -  Especialista em Gestão Estratégica de Pessoas Para fins de direitos autorais de imagem declaro que a foto usada no post não é de minha autoria e que os autores não foram identificados.